Ao iniciar a minha colaboração neste espaço questionei-me… e agora? De tantos assuntos importantes na área de comportamento e bem-estar dos animais de estimação (na qual trabalho há mais de 15 anos), sobre qual vou começar a escrever primeiro…?

Começo por vos dizer que a Medicina Veterinária Comportamental surgiu nos Estados Unidos nos anos setenta do século passado e desde então tem vindo a se afirmar como uma especialidade veterinária de pleno direito. Esta procura conhecer a fundo o comportamento normal dos animais, para que se possam prevenir e tratar problemas e distúrbios clínicos do foro psicológico que estes possam apresentar.

E porque é tão importante e fundamental esta área da medicina veterinária? Porque sabemos também já desde há algumas décadas (por estudos científicos realizados em vários países da Europa e da América do Norte) que os problemas de comportamento são a principal causa de abandono e morte por eutanásia dos cães e gatos.

Isto é, dados estatísticos demonstram que as causas comportamentais ultrapassam, e em número muito elevado, outras causas de mortalidade destes animais, como, por exemplo, as doenças infeciosas, as neoplasias e as doenças metabólicas.

Ou seja, estamos a conseguir travar a disseminação de doenças como a raiva e a parvovirose, temos protocolos cada vez mais eficazes para controlar e erradicar tumores e conseguimos prolongar a esperança média de vida em pacientes com doença cardíaca, renal e osteoarticular entre outras, mas não estamos a conseguir os mesmos avanços na melhoria do bem-estar emocional e da saúde mental desses mesmos animais.

Assim cabe ao médico veterinário um papel crucial na prevenção, na melhoria e na resolução de problemas comportamentais. Antecipar e abortar comportamentos errados aquando das suas primeiras manifestações são a chave para o sucesso terapêutico, até porque quando estes atingem determinadas proporções colocam em risco a convivência diária e a ligação emocional entre tutores e os seus animais.

Nesse sentido, espero contribuir com a partilha de informação fundamental e cientificamente validada para todos os cuidadores de animais, nomeadamente de cão e de gato. A melhoria contínua do nosso entendimento de que como estes seres sentem, pensam e comunicam, entre si, connosco e com o mundo que os rodeia, deve ser um objetivo transversal a todos nós.

Porque de todos os assuntos importantes na área de comportamento e bem-estar, o mais importante poderá ser a constatação de que um qualquer animal, humano ou não humano, se estiver feliz será um indivíduo mais saudável e um motivo de orgulho para todos os elementos da sociedade onde estiver inserido!

 

MARIA ISABEL SANTOS

Mestre em Medicina Veterinária

Consultora em Comportamento Animal

Please follow and like us: